1.11.12

O Pastorzinho Camarada

"Eu vou fornicar esse bandido, esse safado. (...) Essa baixaria do movimento gay é coisa de bandido e de mau caráter… Eu vou arrombar com esses…" - Silas Malafaia, na Revista Época, em resposta a um militante gay que criticou suas declarações em rádio e TV.

--

Se eu tivesse uma câmera decente, um canal no youtube e força de vontade suficiente para levantar dessa cadeira, escovar os dentes e tirar o feijão que está agarrado no meu dente desde o almoço, eu faria questão de filmar uma esquete interpretando um personagem fictício, completamente original e cujas quaisquer semelhanças com a realidade fossem mera coincidência.

Esse personagem teria, provavelmente, um dos seguintes nomes: Silas Vai Lacraia, Silas Cláudia Raia, Silas Usassaia, Silas Levavaia, Silas Cinta-Caralha. 

Ele seria um pastor evangélico, porque Silas é um nome bíblico. 

--

Cena 1: 
O pastor Silas (insira o seu sobrenome de preferência aqui) está no púlpito, fazendo sua pregação:
- Vocês conseguem imaginar, irmãos? Que coisa nojenta! Dois homens na cama! 

O público fica boquiaberto com a forte imagem descrita pelo pastor. Ele segue:

- Vocês sabem como Deus vê isso? Dois homens peludos, robustos, suados? Só de cuequinha, empilhados em cima um do outro? 

As pessoas se abanam com a Bíblia. "Só mesmo o pastor Silas para nos defender disso!", pensa uma senhora, preocupada com o estranho corrimento que lhe molhava a calcinha naquele momento. "Acho que tô com infecção urinária", jusfitica. O pastor continua:

- Que nojo! Dois homens fazendo abominação, colocando o pênis um do outro na boca? Isso não é de Jesus! O que vocês acham que Jesus pensaria de dois homens nus, um pesando nas costas dos outros, acariciando a bunda do outro, dando beijinhos do pescoço até a virilha um do outro?

A plateia já começa a estranhar a minúcia do discurso do pastor.

--

Cena 2:

O pastor Silas chama seu ajudante, o pastor Cezão. 

- Olhem o Cezão, gente. Já pensaram que coisa horrível se dois homens como eu e o Cezão resolvessemos subverter as leis de Deus e nos deitarmos juntos? Vocês conseguem imaginar eu e o Cezão na cama?

Nenhuma cabeça da plateia fica imóvel, todas chacoalham de um lado para o outro, apavoradas com a possibilidade. Para chocar, o pastor senta-se no colo do Cezão e fala, imitando o estereótipo:

- Ui, gente! Olhem só! Eu sou um homossexual, quero ser fêmea do Cezão! 

Ele volta a fazer voz grossa:

- VEJAM QUE ABOMINAÇÃO, IRMÃOS. Pensem no Cezão me abraçando por trás, que nojo! Vem cá Cezão, me abraça por trás, mostra pra eles. Pode apertar. Aperta bem meu corpo contra o seu. Isso, Cezão! OLHA QUE COISA MAIS ABSURDA! UMA CRIANÇA NÃO PODE VER ISSO! 

O pastor Cezão fica sem jeito. Silas fala, firme:

- Não solta, Cezão!

--

Cena 3: 

O nosso pastor prega contra a Igreja Católica, dizendo o quão inapropriadas são as imagens de Jesus nas igrejas 

- Ficam todos diante daquele homem nu! Todos falando de Deus, mas diante do corpo nu de um homem! Um homem nu, preso a uma cruz, numa posição indefesa, sem saída daquilo, sem poder se defender, à mercê de qualquer coisa que fizerem com ele. Uh, que loucura!


O pastor tenta disfarçar a onda de prazer que passou pelo seu corpo lhe dando calafrios. Ele remexe o corpo forte demais e algo estranho cai de sua calça.

É um vibrador. Enorme, roxo, com veias maiores do que a da testa do pastor Silas, que entra em pânico:

- IRMÃOS, NÃO SEJAIS ILUDIDOS! ISSO É COMO OS FÓSSEIS DE DINOSSAUROS! NÃO FUI EU QUE BOTEI ISSO NO MEU BUMBUM, FOI SATANÁS! PRA TESTAR NOSSA FÉ. 

--

Não sei até que ponto isso seria prejudicial para o (fictício) pastor Silas. 

Afinal, o que importa é ser polêmico. Assim, mais gente frequentaria sua igreja. Com sorte, ele seria convidado para um debate polêmico no Superpop.

Quanto mais fama, mais crentes - e mais dinheiro.


Esse post foi escrito com a colaboração do historiador, colecionador de GI Joes e portador do sobrenome mais foda da história Gabriel Palitos.

3 comentários:

  1. Isso PRECISA ser gravado! xD

    ResponderExcluir
  2. Anônimo8:03 PM

    Um texto muito bom como sempre. Parabéns, cada vez melhor. Mais crítico do que nunca.
    Também não gosto deste pastorzinho que se julga ser o certinho.
    Quando gravar, nos avise.

    ResponderExcluir
  3. Critico!!

    http://www.raioxsegurancaeletronica.com/

    ResponderExcluir

Sem cinismo

Uma criança brinca. Corre como se não tivesse limites, desbrava a sala como se fosse um campo de guerra e cai no chão como quem cai numa emb...