5.1.13

Sobre morar com pessoas

Em quatro anos e meio de morar aqui e ali para fazer faculdade em uma cidade diferente, já dividi moradia com três homens e com quatro mulheres diferentes. Um amigo travesti foi agrupado com os homens porque não peidava em público.

Sim, todas as mulheres com que eu morei peidavam na minha frente sem cerimônia. Os homens, não.

--

Sobre mulheres: elas são incentivadas à comunicação frequente, e isso é uma coisa boa. Se você quer ter companhia para o fim do dia mas não teve um dia muito interessante para contar, não se preocupe. Sua colega-mulher pode ter carregado carvão o dia inteiro, mas vai ter toda a disposição para contar como em detalhes como foi seu dia e como o carvão estava especialmente sujo.

Você vai dar uma resposta sem muito nexo e composta de duas palavras e receber como resposta uma elocubração enorme que, ao mesmo tempo, discorda, concorda e debocha de você. Mulheres tem essa habilidade.

--

Outra coisa: mulheres vão lavar a louça. Não se preocupe se você esquecer uma pilha de pratos na pia. Assim que você voltar para casa, os pratos vão estar limpinhos e expostos no escorredor. Sua colega-mulher não vai falar uma palavra sequer.

Você vai se acostumando a esquecer um pratinho ou outro, e ela vai continuar a lavar a louça. Você começa a estranhar e pergunta.

Ela vai falar que não se incomoda com isso. Você fica contente, até o dia em que ela vai embora porque está cansada de conviver com um porco como você - e dá pra tirar a razão dela?

--

Ainda sobre morar com uma mulher: A vida social dela sempre vai parecer muito mais ativa que a sua: Vocês podem até sair o mesmo número de vezes na semana, mas ela sempre vai fazer isso soar mais interessante.

Enquanto você responde "O que você fez no fim de semana?" com "Tomei uma com os guris e fui jogar bola", ela responde "Eu, a Alice e a Manquinha fomos no Bebum's e tomamos todas! Sabe quem tava lá? O Jefferson. Você nem acredita no que a Manquinha fez com o Jefferson. Quando eu vi, estavam os dois no banheiro se beijando." e prossegue com toda a história dos dois anterior ao fato.

Uma mulher é capaz de fazer um passeio no parque soar como uma odisseia. Às vezes, isso vai te fazer se sentir como se sua vida não tivesse acontecimento nenhum.

--

Mulheres se preocupam com a sua pneumonia: pode ser só saudades de ter a mãe por perto, mas é legal quando a pessoa que divide casa contigo te pergunta se você tomou o remédio. É uma preocupação gostosa de se receber.

Ainda mais quando elas são só colegas de quarto e não se incomodam com você levando pessoas pra cama - imagino que num relacionamento conjugal isso não aconteça tão facilmente.

--
Já os homens:

Homens vão ser surpreendentemente doces: Uma vez, numa república que eu morei, comprei um guarda-roupa usado de um dos meninos. Saí de casa e voltei para encontrar o guarda-roupa todo montado no meu quarto, e o quarto todo arrumado. Uma doçura que só vendo.

Homens são incrivelmente desatentos: Já fui viajar no fim de semana sem levar a chave de casa. O menino que morava comigo - o mesmo do guarda-roupa - achou uma boa sair de casa na manhã que eu chegava. "Pô, mas o que custava você esperar até eu voltar?", disse ele, quando chegou em casa depois do meio dia. Meu ônibus chegava às seis e meia da manhã.

Homens vão te perturbar: Em geral, as meninas respeitavam mais minha privacidade. Os rapazes, na maior parte do tempo, não tinham o menor problema em abrir a porta do meu quarto de madrugada para perguntar se eu podia emprestar um moletom. Por mais incômodo que pareça, você se acostuma e isso faz falta depois de um tempo. Pelo menos não era pra soltar pum

Homens vão experimentar todos os saltos-altos do supermercado e desfilar enquanto você tenta fazer compras: talvez isso tenha sido só o meu amigo travesti, mas acho importante fazer constar.

--

Entre morar sozinho e morar com outras pessoas, eu confesso que prefiro a liberdade de fazer cocô com a porta aberta e ver filme pornô sem precisar botar no mudo. Ainda assim, morar com outras pessoas ensina muito a conviver, entender e tolerar - os outros e você mesmo, seja homem ou mulher.

4 comentários:

  1. Acontece muito dessas confusões (como a da chave) lá na república, que seriam resolvidas se as pessoas falassem mais.

    E louça só lavam se acabou tudo. Já vi usarem garfo de churrasco para comer miojo.

    E não troco essa vida tão cedo pra morar sozinho. Com quem eu vou reclamar do meu dia quando chegar em casa?

    ResponderExcluir
  2. Casar é bem diferente de morar com alguém, pois você acaba acreditando que seu companheiro vai lhe ajudar com a arrumação da casa e se esquece de pedir isso. Lógico que depois as coisas vão se ajeitando e a divisão de tarefas ajuda a manter a paz conjugal, mas nunca se esqueça de que em um dia de TPM, uma cueca caída do lado de fora do cesto de roupa suja pode motivar uma briga de porque você não ligou avisando que iria sair, no dia em que foi com um churrasco com o amigo há uns dois anos atras.

    Beijinhos... Carol Celeghin
    http://carolinaericardo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Casar é bem diferente de morar com alguém, pois você acaba acreditando que seu companheiro vai lhe ajudar com a arrumação da casa e se esquece de pedir isso. Lógico que depois as coisas vão se ajeitando e a divisão de tarefas ajuda a manter a paz conjugal, mas nunca se esqueça de que em um dia de TPM, uma cueca caída do lado de fora do cesto de roupa suja pode motivar uma briga de porque você não ligou avisando que iria sair, no dia em que foi com um churrasco com o amigo há uns dois anos atras.

    Beijinhos... Carol Celeghin
    http://carolinaericardo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Eu já dividi ap. com 1 homem e 1 mulher, e ambos eram muito legais, respeitavam a privacidade, o silencio, cada um na sua. A gente nem se via. Mas já tive 2 experiencias terriveis. Colegas porcas que nao ajudavem a limpar a casa e eu virei empregada. Entao preferi morar só, por muito tempo morei só, e acho uma delicia. Chegar em casa, fazer o que quero, limpar quando quero, ver tv ate a hora que quero, passar a noite no pc ate a hora q quero, as noites de prova estudando sem incomodar ninguem. Agora moro com meu namorado, mas tenho o meu quarto, pois nao abro mao da minha privacidade :)

    ResponderExcluir

Suicídio e graça

Morro de inveja de quem sabe contar uma boa piada. Eu sou pior do que uma pessoa que não é engraçada: eu sou uma pessoa que tenta ser engr...