28.6.17

Como escrever um texto meu

Introdução a um assunto qualquer que tenha a ver com a vida das pessoas. 

Talvez uma opiniãozinha polêmica, pra chamar a atenção das pessoas para o texto.

--

(dois tracinhos pra quebrar o texto em várias partes, pro leitor com déficit de atenção resetar o cérebro e continuar lendo)

Mudança brusca de assunto.
Uma anedota engraçadinha da infância.

Detalhe um pouco triste da história.
Piadinha pra não ficar muito pesado.

Sensação agridoce.

--

Voltando pro tema inicial, falando que as coisas não são tão simples assim.
Lugar pra enfiar alguma coisa que lembre as pessoas que eu sou psicólogo.

Pausa pra ver como mesmo quando fazem um monte de cagada, as pessoas são lindas.
Momento fofura.

--

Uma reflexão mais madura sobre a historinha da infância.
Uma frase um pouco mais de impacto pras pessoas copiarem e colarem no Facebook na hora de compartilhar.

Uma piadinha voltando atrás na opinião da frase anterior, pra não ficar muito autoajuda e dizer que as coisas não são tão simples como parecem.

Frases e parágrafos curtos, porque as pessoas já estão cansadas a essa altura do texto.

--

Hora de dizer que o assunto não precisa ser levado tão a sério.

Sugestão de um meio-termo possível entre levar o tema do texto a ferro e fogo e deixar ele pra lá.
Uma frase rápida, retomando o começo do texto e dando uma alfinetada.
Um gracejo curto.

--

Cristo pai, eu preciso me renovar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Cura gay

Como as pessoas pensam que ir a um psicólogo pra tratar sobre a sexualidade é: "Eu sou gay e quero deixar de ser." "MAS QUE...