6.8.17

Como acaba um relacionamento

Não são claros os termos do que faz uma pessoa se apaixonar por outra, mas a coisa fica muito mais simples quando falamos do que faz um relacionamento acabar.

Não é o fim da atração física, não é parar de ter conversas interessantes sobre os seus artistas musicais favoritos.
Isso não é munição suficiente.

Não é brigar, nem ter uma convivência difícil.
Isso ainda passa, se o dinheiro estiver entrando e o sexo continuar bom.

Um relacionamento só acaba quando uma pessoa entende que ela não é importante para a outra na medida que a outra é importante para si.
Pode demorar pra chegar lá, mas quando esse momento chega... Acabou de vez.

--

Estava tudo bem enquanto a gente saía no soco de vez em quando, sabe?
A gente perdia a cabeça, mas encontrava o corpo.
Incrível como o corpo é muito mais maravilhoso do que a cabeça.

Estava tudo bem enquanto a gente se traía, sabe?
Não era bom, de jeito nenhum, mas dançar entre a culpa, a raiva e a paixão deixava meu cérebro mais ligado do que três baldes de café, e não saber se o que você falava era mentira ou verdade te dava um ar de mistério muito sedutor.

--

Estava tudo bem quando você levou todo o meu dinheiro
Você chorou na minha frente quando eu te descobri. Você sofreu sinceramente e me abraçou.
Eu te percebi tão criança, tão sem saber o que fazia. Me senti tão íntimo de você, tão querendo te dar carinho.

Estava tudo bem quando cheguei em casa e vi minha avó no chão, com o olho roxo, depois de você discutir com ela sobre o jogo de gamão.
Sim, ela era a pessoa mais doce que eu já conheci, mas ela podia ter tido um pouquinho mais de paciência contigo.
Todo mundo se vai um dia, e pelo menos ela parecia tranquila deitada no chão com a dentadura cuspida pra fora do rosto.

--

Agora, você ter ficado oito horas sem responder minha mensagem?

EU VI QUE VOCÊ ESTAVA ONLINE!
Não consigo compreender tamanho desaforo.

Fora da minha vida. Fora. Agora. Já.
Tudo tem limites.

--

Não é por acaso que as pessoas falam como bebês quando estão apaixonadas.
Nós voltamos a ser crianças quando estamos no colo de quem a gente imagina que vai nos amar para sempre, como a mamãe amou.

Não é por acaso que as pessoas passam anos em análise falando sobre as falhas das suas mães. Uma mãe pode cometer o erro que for, mas não há filho que perdoe quando sente que a mãe não está lhe dando atenção.

--

Belisque um bebê e ele vai esgarçar os pulmões chorando, mas continuar vivo.
Mutile um bebê* e ele vai sofrer horrores, mas passar a vida inteira tentando entender como isso veio de alguém que deveria amá-lo.
*por favor, não mutile um bebê

Agora, ignore um bebê e... se ele sobreviver, vai ser só pra te dar dezesseis golpes de faca quando completar dezoito anos.

Mentira, ele não vai fazer isso.
Mas que ele vai começar a namorar com alguém que ele vai querer matar quando não ganhar atenção... Isso vai!

Porque não tem graça nenhuma viver se não for pra ser o centrinho do universo de alguém.
Nem que seja só na ilusão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Cumprimentos

Já existiu um mundo em que, guerras e traições à parte, havia mais honra entre os homens. Havia um código, um sinal universal que garantia a...