11.6.15

A Surpresa

Dessa vez, ele não se deixaria esquecer.

A cada aniversário que ele fazia, ganhava da namorada uma festa mais nababesca que a anterior. Agora era hora de retribuir.

Além do mais, ela tinha passado o mês todo dizendo coisas como "E aí, como tá a organização da minha festa surpresa?".

Ele decidiu que não ia dormir no ponto.

--

Passou dias organizando a festa.

Pegou o contato de todos os amigos, passou semanas escolhendo o buffet certo, foi em todas as confeitarias da cidade em busca de um bolo que a namorada fosse gostar.

"Quero só ver a cara dela..." pensava ele, ainda mais porque a namorada estava cada dia mais bicuda com ele.

Até que finalmente chegou o dia da surpresa. Estava tudo pronto. Impecável.

--

Abriu a porta para a ela.

"Pode tirar a venda!"

Ela tirou. Ele, mais empolgado do que se a festa fosse para ele.

"FELIZ ANIVERSÁRIO!"

A expressão dela não foi a esperada.

"Meu aniversário foi três meses atrás, Lúcio Mauro!"

--

O amor dele acabou ali, com aquela ingratidão. Ele saiu em prantos, não sem antes reclamar.

"Você sabe o trabalho que dá organizar uma festa dessas?"

3 comentários:

  1. lente post. Já está marcado nos meus favoritos. Adorei este site ao ler vi que era o que eu estava procurando, Estou ansiosa para ler seu próximo artigo,

    parabéns.e muito Swing um abraço

    ResponderExcluir

Rituais

Rituais são necessários para marcar qualquer fim de fase na vida. É com o ritual do casamento que a gente se despede da vida de solteiro, c...