29.3.17

Como pedir um favor

Você é gentil.
Você se esforça para ser uma pessoa com algo a oferecer pra sociedade. Você trabalha para ter amigos.

E você consegue! Você tem habilidades e muitas pessoas ao seu redor. Parabéns!

E aí alguém te pede um favor.

--

Não que isso seja ruim. É ótimo poder fazer um favor pra alguém.
Você valida todos os esforços que já fez e ainda consegue ganhar uma delícia de "muito obrigado" depois do serviço feito.

Isso se a pessoa que te pediu o favor tiver o mínimo de boa vontade.

Me recuso a acreditar que quem abusa de um favor o faça por má vontade.
Minha cabeça não aceita que alguém seja inconveniente com alguém que tem algo a lhe oferecer de propósito.

Mas tem gente assim, como tem. Então eu vou tentar ser didático.
Eis aqui meu guia de como pedir um favor sem ser um idiota.

--

Pra começar, cuide de como você vai abordar a pessoa a quem você vai pedir o favor. Lembre-se, você precisa dela. Ela está na vantagem.
a) "Faz café pra mim" - Ruim até se você estiver pagando.
b) "Faz um café pra gente, por favor?" - Melhor.
c) "O que você acha de fazer um café? Amanhã eu faço pra nós!" - Bom.
d) Levantar e fazer o próprio café de uma vez - Ideal!

--

A pessoa de quem você quer alguma coisa tem todo o direito de dizer não. Provavelmente o seu pedido vai exigir algum esforço dela e ela não é uma pessoa ruim se lhe negar.

Mas suas chances aumentam muito se você tiver alguma intimidade. Se a sua última conversa foi:
a) ontem: você pode começar com um "oi" e ser um pouco mais direto.
b) há uma semana: comece perguntando como a pessoa está. Depois de ela responder, pergunte se pode pedir algo dela.
c) há mais de um mês: peça desculpa pela inconveniência. Pergunte como ela está. Pergunte alguma coisa que seja do interesse dos dois. Só então peça o favor.
d) há mais de um ano: não peça um favor.

--

Claro que o que você está pedindo é importante pra você, e você tem interesse em ver aquilo feito. Mas, se você não está pagando, tente exercitar a fofura.
Na hora de cobrar o favor:
a) Não seja direto demais: "Cadê o relatório?"
b) Nem pressione demais: "E aí, deu tempo de fazer?"
c) Não dê ordens: "Eu preciso disso pra ontem!"
d) Seja sutil. Pergunte com a delicadeza de um dente de leão caindo num pijama recém-lavado:
"Desculpa ficar cobrando, mas cê conseguiu fazer aquele negócio que eu te pedi?"

--

Mas o mais importante de tudo é como você vai agir depois do favor.
a) Agradecer bastante e se oferecer para retribuir quando a pessoa precisar - Ótimo!
b) Fazer um gesto singelo, mas considerado, agradecendo o que a pessoa te fez - Lindo!
c) Lembrar do favor tempos depois, ainda com alguma gratidão - Maravilhoso! Você merece um boquete do próprio anjo Gabriel.
d) Agradecer e sumir - Ok, só não peça outro favor tão cedo, que isso magoa.
e) Aparecer seis meses depois pedindo outro favorzinho, bem de amigo - Considere engasgar até a morte na sua saliva.

--

Agora, a dica mais importante: Quem estabelece as condições para como o favor vai ser feito é a pessoa que faz o favor, não a que pede.

Se você diz "Me empresta aquele seu livro do Jorge Amado?" e a outra pessoa responde que sim, sua resposta obrigatoriamente deve ser:
"Ótimo, obrigado! Quando fica bom pra eu ir pegar?".

Nunca, jamais, responda:
"Ok, leva pra mim no meu trabalho? Eu vou estar lá na primeira quarta-feira do mês, das oito às oito e cinco da manhã. Passe pelos seis seguranças do portão dizendo que quer falar comigo, se eu demorar pra abrir a porta é porque eu me atrasei. Te espero!".

A coisa que o ser humano mais odeia fazer é esforço. Se você está pedindo um favor, deixe o mínimo de esforço pra outra pessoa fazer.

--

Seguindo essas regrinhas, fica tudo bem mais fácil. Ninguém sofre.

Ninguém vive sozinho. Todo mundo precisa dos outros, e pedir favores é normal.
Ter medo demais de incomodar também é ruim. Todo mundo gosta de fazer algo por outra pessoa. Se você quer muito algo de outra pessoa, não tenha medo. Peça! Só tente ter um pouco de noção.

Por favor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aceitações

Nós, que andamos pelo mundo acordando cedo, andando com nossas próprias pernas e reclamando quando temos gripe, somos um seleto grupo de abe...